‘Nascido na Rocinha’, sistema operacional brasileiro para PC .

Endless OS o sistema operacional da Rocinha (favela brasileira)

Endless OS o sistema operacional da Rocinha (favela brasileira)

Windows (Microsoft), iOS (Apple) e Android (Google) foram esquecidos pelos jovens que fizeram fila na Campus Party. Eles queriam conhecer outro sistema operacional, o Endless OS, gratuito e distribuído em pen drives por uma startup brasileira que criou sua tecnologia a partir de pesquisas realizadas em localidades de todo o país, desde Rocinha, no Rio de Janeiro, até à região da fronteira com o Paraguai. O estudo foi além do território brasileiro e chegou à Guatemala, onde alunos de escola pública usavam computadores com o sistema.

Fonte G1
Link:http://g1.globo.com/tecnologia/campus-party/2017/noticia/nascido-na-rocinha-sistema-operacional-brasileiro-para-pc-e-distribuido-em-pen-drive-na-campus-party.ghtml

Microsoft compra por US$ 7,18 bi unidade de smartphones da Nokia

Venda inclui a totalidade das patentes.
Nokia se concentrará agora em serviços e redes.

Microsoft compra Nokia

Microsoft compra Nokia

A finlandesa Nokia venderá suas operações com celulares e smartphones ao grupo americanoMicrosoft por US$ 7,183 bilhões de dólares (5,440 bilhões de euros), anunciou a empresa finlandesa.

A tentativa de usar o sistema Windows Phone seria para modernizar os aparelhos. Com a linha Lumia, que usa este sistema, a Nokia e a Microsoft não alcançaram o número de vendas desejado.

Microsoft anuncia botão Iniciar em atualização do Windows 8

w8É isso aí galera, a Microsoft ouviu usuários do Windows 8 e adicionou o menu iniciar.A ferramenta será disponibilizada na atualização do Windows 8, chamada de Windows 8.1.

Uma versão de testes do Windows 8.1 deve ser apresentada no dia 26 de junho durante o Build, conferência de desenvolvedores da Microsoft.

Microsoft apresenta nova geração do Office nos Estados Unidos

Companhia reúne jornalistas para anúncio em San Francisco.
Pacote de programas tem intenção de ajudar na produtividade do usuário.

A Microsoft apresenta, nesta segunda-feira (16), a nova geração do seu pacote Office, o conjunto de programas de produtividade da companhia que inclui o processador de textos Word, o software de planilhas Excel e o programa de apresentações PowerPoint.

Conforme informou a empresa ao G1, durante o evento, em San Francisco (EUA), à partir das 16h de hoje será apresentada uma versão ‘preview’ do novo pacote.

O novo pacote Office ganhou o nome de “Office 2013”, apesar de o projeto ter tido o apelido de “Office 15” durante seu desenvolvimento dentro da empresa.

O lançamento é mais uma iniciativa da Microsoft para competir com os concorrentes do Office: o Google Docs, que funciona completamente on-line, e o iWork, da Apple, que já tem versões para o iPad.

A última versão do pacote Office havia sido lançada pela Microsoft em abril de 2010, em um evento em Nova York. O Office 2010, lançado na ocasião, teve como grande destaque a integração com a “nuvem”, que permitia a edição on-line dos documentos.

Ainda em 2010, a Microsoft lançou o Office 365, uma versão totalmente on-line do pacote, de olho no mercado de pequenas e médias empresas.

Concorrente do Google Docs e do iWork (da Apple), o Office ainda representa parte considerável da receita da Microsoft. O jornal “USA Today” divulgou na última semana que os softwares foram responsáveis por US$ 22,2 bilhões da receita total de US$ 70 bilhões que a companhia registrou no ano fiscal de 2011.

Microsoft define para fim de outubro início das vendas do Windows 8

Plataforma deve ser liberada para fabricação na 1ª semana de agosto.
Companhia normalmente atualiza seu sistema operacional em outubro.

Windows 8 chegará ao mercado em outubro (Foto: Reprodução)

Windows 8 chegará ao mercado em outubro (Foto: Reprodução)

A Microsoft definiu para o fim de outubro o lançamento do novo sistema operacional Windows 8. A plataforma deve ser liberada para fabricação na primeira semana de agosto, e começará a ser vendida no fim de outubro.

Conforme o site “Mashable”, as datas não são surpresas para o mercado já que a companhia normalmente atualiza seu sistema operacional em outubro.

A Microsoft revelou a agenda durante uma conferência anual em Toronto, no Canadá. No evento, Tami Reller, vice-presidente do Windows, confirmou que o sistema será liberado para fabricação na primeira semana de agosto e estará disponível no fim de outubro.

A companhia anunciou ainda que o Windows 8 não será vendido apenas em dispositivos de parceiros na ocasião. A empresa revelou que a plataforma será, ao mesmo tempo, vendida em 109 países em 231 línguas, conforme o “Mashable”.

Quase quatro meses antes do lançamento do Windows 8, a Microsoft tenta garantir que os usuários não parem de comprar computadores com a plataforma. A companhia anunciou que qualquer PC com Windows 7 comprado no período ganhará uma atualização para o Windows 8 Pro por US$ 15.

Durante o anúncio do tablet Surface, em junho, a Microsoft disse que o modelo com a versão Windows RT chegará ao mercado com o lançamento do sistema operacional Windows 8.

Fonte: http://g1.globo.com/tecnologia/noticia/2012/07/microsoft-define-para-fim-de-outubro-inicio-das-vendas-do-windows-8.html

Microsoft anuncia sistema Windows Phone 8 para smartphones

O novo sistema operacional da Microsoft para celulares será desenvolvido sobre o mesmo núcleo de software que a futura versão do Windows para computadores e tablets. Isso deixará a companhia um passo mais perto da unificação da franquia Windows em uma variedade completa de telas que estão revolucionando a computação.

A companhia informou que o núcleo comum significa que os usuários terão uma opção maior de escolha de celulares e aplicativos e que serão capazes de alternar o uso entre múltiplos dispositivos de forma mais simples.

Em evento em San Francisco (EUA) nesta quarta-feira (20), a Microsoft anunciou oficialmente seu novo sistema operacional para celulares, chamado de Windows Phone 8, e informou que os aparelhos equipados com o software chegarão ao mercado ainda este ano. A versão atual do sistema, o Windows Phone 7.5, batizada de “Mango”, foi lançada em setembro de 2011 e chegou ao Brasil em março, nos smartphones da linha Nokia Lumia (modelos 800 e 710).

“Primeiro, queríamos que o Windows Phone fosse uma expressão do usuário. Nosso segundo direcionamento foi criar um aparelho que oferecesse conteúdo relevante. E o terceiro ponto foi oferecer um aparelho mais conectado”, comentou Terry Myerson, vice-presidente de Windows Phone, ao iniciar a apresentação.

Conforme previsão da empresa de pesquisa IDC, o Windows Phone 7 e o Windows Mobile vão alcançar 5,2% de participação no mercado mundial de sistemas móveis em 2012, contra 20,5% do iOS e 61% do Android. Em 2016, o sistema operacional da Microsoft deve ultrapassar a Apple e atingir 19,2% de participação no mercado, segundo a IDC. A fatia do Android deve cair para 52,9% e do iOS, para 19%.

O Windows Phone 8 tem aparência muito similar à do Windows 8, projetado para ser executado tanto em tablets quanto em PCs e que deve ser lançado por volta de outubro. Ambos os sistemas são baseados em blocos sensíveis a toques que são atualizados com informações em tempo real, por exemplo, com mensagens publicadas no Facebook ou com e-mails.

A interface, chamada “Metro”, está ainda mais elegante, conforme a Microsoft, pois apresenta informações sem a necessidade de abrir os aplicativos. O usuário pode definir o tamanho dos quadrados dependendo do uso dos programas, tornando-os pessoais.

Se um usuário envia mais SMS do que e-mails, as telas destes recursos podem ser maiores ou menores. No caso do uso do GPS, não é preciso abrir o aplicativo para ver o caminho a ser percorrido, já que a imagem em tempo real é atualizada no tijolo da interface “Metro”.

Executivo da Microsoft mostra como será a interface 'Metro' no Windows 8 para celulares (Foto: Reprodução)

Plataforma
Durante toda a apresentação, a Microsoft falou sobre seu novo tablet, o Surface, sem fazer qualquer referência ao termo “tablet”, geralmente usado pela Apple para definir o iPad. Assim como no anúncio do Surface, em que ela se referiu ao aparelho como um PC, no evento desta quarta-feira (20), a Microsoft chama o aparelho de “slate”. Ele e os celulares com Windows Phone 8 se comunicarão entre si.

O Windows Phone 8 irá focar no consumidor final, de acordo com a Microsoft. Por conta disso, o suporte do sistema operacional será com processadores de dois núcleos, que chegam no fim do ano, e com mais núcleos, que devem ser lançados em 2013. O sistema terá suporte para três resoluções de tela, WVGA, WXGA e 720p. Além disso, suporte gráfico para games e aplicações mais potentes também terão benefícios no Windows Phone 8.

A plataforma terá uma versão do navegador Internet Explorer 10, que será quatro vezes melhor do que a existente nos celulares hoje, segundo a empresa. O IE 10 ainda terá um recurso de segurança similar ao existente no PC, que evita que o usuário entre em sites maliciosos que podem comprometer seus dados pessoais. O navegador terá uma aceleração gráfica que permite rodar aplicativos web com código HTML5, mais potentes do que os vistos em smartphones comuns.

Pagamentos e mapas
O Windows Phone 8 terá recursos de comunicação sem fio à curta distância, o que permitirá transferência rápida e sem fio de dados e transações financeiras. A Microsoft demonstrou algumas novidades em relação ao uso do NFC (sigla para Near Field Communication), que permite encostar o celular em um código para ter acesso a informações.

Ao tocar o celular em uma página de uma revista com o código NFC, por exemplo, o usuário pode ser levado a um aplicativo ou a um anúncio. O NFC também pode ser usado em cartões de visita, ao encostar o cartão no celular e enviar os dados para a memória do aparelho.

Uma das novidades se chama “Cupons Digitais”, que permite acessar promoções de locais reais para poder usá-las nos lugares pessoalmente. Eles ficam armazenados na seção Wallet, que permite fazer pagamentos com o celular e usa o sistema Windows Phone 8.

O sistema de mapas será fornecido pela Nokia, com navegação GPS em tempo real e uso off-line para quando o usuário estiver longe de uma conexão. Dessa forma, é feito um download do local. Os desenvolvedores de aplicativos poderão acessar o recurso para usar o mapa (on-line e off-line) em seus programas.

Fonte: http://g1.globo.com/tecnologia/noticia/2012/06/microsoft-anuncia-windows-phone-8-para-smartphones.html